Pesquisa

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Anda comendo muito? Veja dicas para evitar o exagero

A tendência a abusar nas refeições não está apenas associada à escolha alimentar, mas à dificuldade de fazer da experiência de comer um ato que estimule outros sentidos e deixe o organismo totalmente conectado. Para os pesquisadores, se sentir saciado depende de mais fatores que apenas se alimentar bem, mais viver integralmente o ato de comer.

A emissora norte-americana Abcnews reuniu um amplo conjunto de pesquisas que indicam que a alimentação saudável é uma experiência altamente sensorial. Desde a cor dos pratos, a variedade de tons dos alimentos e os estímulos do ambiente influenciam na relação com a comida e podem desencadear uma compulsão irracional. Veja as mudanças de hábitos que podem ajudá-lo a evitar excessos:

- Crie um clima e melhore seu humor

Comer à meia luz, em um ambiente relaxante, pode ajudá-lo a mergulhar na experiência da refeição e aumentar sua satisfação.

Um estudo de restaurantes fast food publicado na revista Psychological Report descobriu que pessoas que jantam em um ambiente descontraído, com melhor iluminação e música suave comem menos cerca de 180 calorias por refeição do que os que comem em ambiente típico de restaurantes de praça de alimentação.

- Permita-se experimentar

Uma pesquisa da Universidade de Deakin, na Austrália, sugere que algumas pessoas engordam porque não se dispõem a experimentar novos sabores. O estudo indica que ter o paladar viciado normalmente está associado a refeições ricas em gordura, açúcar e sal e faz com que se coma mais que o necessário. Variar os tipos de alimento e as receitas ajuda a manter a experiência de comer sempre nova e interessante, sem necessidade de exageros.

- Invista nos aromas

Um artigo publicado no Flavour Journal percebeu que os participantes comeram muito menos de uma sobremesa com cheiro forte de baunilha do que de uma variedade levemente perfumada. O trabalho sugere o cheiro de um rico prato de comida pode fazer água na boca e isso pode fazer com que se coma menos também. O truque é então adicionar ervas frescas e especiarias para incrementar a experiência sensorial sem acrescentar calorias e gorduras ao prato.

- A cor do prato deve contrastar com a cor da comida

Além de fazer refeições com alimentos de diversas cores diferentes, usar um prato que beneficie esta diversidade pode ajudá-lo a não cometer excessos.

Um estudo no Journal of Consumer Research descobriu que os participantes que tinham baixo contraste entre sua alimentação e os pratos - por exemplo comer massa ao molho branco em um prato braco - serviram mais de 20% a mais de massa do que aqueles que usaram pratos coloridos.

- Mastigue mais vezes

Um estudo no Journal of the Academy of Nutrition and Dietics descobriu que pessoas que dobraram o número de vezes que mastigaram antes de engolir comeram menos cerca de 120 calorias ao longo de uma refeição. Considerando essa redução no café da manhã, almoço e jantar, soma-se mais de 300 calorias a menos ao longo do dia. Partindo-se de uma dieta de 2000 calorias, essa diminuição pode significar perder meio quilo por semana.

- Concentre-se ao comer

Uma pesquisa publicada no American Journal of Clinical Nutrition mostra que as pessoas que comem assistindo televisão, ouvindo música ou lendo, consomem 10 por cento a mais em uma sessão do que seria de outra forma. Os comedores distraídos chegam a comer até 25% mais calorias totais ao longo do dia, porque não têm referência sobre o que já consumiram e não prestam atenção à saciedade. Manter o foco na comida ajuda a evitar excessos.

Por: Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário